quarta-feira, 30 de setembro de 2015

Com uma emenda apresentada pelo vereador Jose Daidson criando 5% das vagas destinadas para deficientes físicos, Projeto que cria o concurso publico no Município de Buíque foi aprovado por unanimidade na manha desta terça feira(29)



http://1.bp.blogspot.com/-1u0-4zG23uc/Vgq3QOCIIQI/AAAAAAAAYgY/0YxXbIckT9I/s320/Baseados na mensagem ao projeto de Lei 08/2015  enviada  na ultima segunda feira (14)  pelo prefeito Jonas Camelo de Almeida Neto, que visa realizar o concurso publico na cidade de Buíque para o quadro de cargos efetivos da Administração Direta do Município, já criado por leis anteriores, em como a criação de novos cargos visando maior eficiência  na administração publica municipal, em reunião nesta terça feira(29) com a ausência do vereador Ernâni Neto, os demais  vereadores da cidade de Buíque, após modificações feitas através de duas emendas  apresentada pelo vereador Jose Daidson Amorim, que também faz parte da Comissão de Planejamento, Finanças, Orçamento e Desenvolvimento, juntamente com a outra comissão a de Legislação, Justiça e Redação Final, de acordo com a emenda por unanimidade foi a aprovado a lei que cria o Concurso Publico do Município de Buíque.  

Com salários que vão de R$ 788 (Salario Mínimo) a R$ 4.500  cerca de 352 vagas serão abertas  dentro do próprio município cujas profissões de Professores, Agente de Serviços Gerais e Agente de merenda escolar  são as que mais vão serem contratadas isso por que para professor vem com 80 vagas, Agente de Serviços Gerais 58  seguidas por Merendeira com 50 vagas.

Como o projeto foi apresentado no ultima terça feira (15), cada um  dos 13 vereadores receberam uma cópia do projeto e assim como manda o regimento interno da casa, cada parlamentar recebeu uma copia do projeto para fazerem suas analises já que o prazo contado a partir da data do recebimento  seria de 30 dias para sua aprovação, como os vereadores assim como a população tinham presas, prevaleceu aos invés dos 30, 14 dias.

Assinada por cinco vereadores membros das duas comissões , a emenda  com as alterações foi apresentada ao plenário depois do meio dia onde foi aceita e votada pelos demais pares.
De acordo com  o projeto de lei 08/2015, as emedas  se encaixaram com o seguinte texto:

“Fica excluído o paragrafo único do artigo 3º em epigrafe, sendo acrescentados os parágrafos primeiro e segundo com a seguinte redação:”

“§ -1º Em nenhuma hipótese os candidatos  apenas classificados terão á nomeação, a não ser que venham a surgir novas vagas na vigência do concurso, nos termos do edital.”,

“§ -2º Nos termos da Constituição da Republica Federativa do Brasil DE 1988, serão disponibilizadas 5%(Cinco Por Cento) das vagas para deficientes físicos.”

Também ficou excluído do anexo II, nos itens 10,14 e 15 os requisitos de prós graduação.

Postagem 


sábado, 26 de setembro de 2015

Eclipse de Super Lua acontece no domingo; saiba como fotografar





Em seu ponto mais próximo da Terra, a Lua estará grande e luminosa, e se vestirá de vermelho no final deste domingo (27) em um eclipse total, um fenômeno magnífico que só voltará a acontecer em 2033.


"As condições convergem para que seja um eclipse espetacular", garantiu o astrônomo Pascal Descamps, do Observatório de Paris.



O eclipse total da Lua poderá ser observado durante mais de uma hora, por volta das 23h11 até 0h23 (horário de Brasília), do continente americano até o Oriente Médio.



A Lua não produz luz própria, aproveitando a que recebe do Sol. No domingo, o astro estará alinhado com o Sol e a Terra.



"Teremos um eclipse total porque a sombra da Terra engolirá toda a Lua", explicou à AFP Pascal Descamps. "A circunferência de sombra da Terra mede aproximadamente três vezes o tamanho aparente de nosso satélite", afirmou, podendo absorver a totalidade da Lua.



A Lua vai desaparecer do nosso campo de visão, privada dos raios solares, e reaparecerá pintada de vermelha - por isso, também é conhecida como "lua sangrenta" ou lua de sangue.



O vermelho se deve a um fenômeno luminoso. É pela refração dos raios solares que atravessam a atmosfera , com exceção dos vermelhos. Estes últimos sofrerão outro fenômeno: a atmosfera os desviará e iluminarão a superfície lunar.



"É interessante porque a cor da Lua vai depender do estado da atmosfera terrestre. Se está carregada de partículas, devido, por exemplo, à poluição, os raios vermelhos também serão refratados e não alcançarão a lua", explicou o astrônomo.



"Se o astro é vermelho sangue, poderemos ficar tranquilos sobre o estado atmosférico da Terra. Se é muito escuro, ou quase invisível, é porque é realmente catastrófico".

Super Lua

Como a Lua estará em seu ponto mais próximo do nosso planeta, o que se sabe como o perigeu, ficará maior do que de costume e mais brilhante no céu. "Nos parecerá cerca de 14% maior e 30% mais iluminada", explicou Sam Lindsay, da Real Sociedade Astronômica de Londres.


O fenômeno, conhecido também como Super Lua, está relacionado à órbita ligeiramente elíptica da Lua: este satélite gira ao redor da Terra, mas ele faz isso em um círculo formando um ovo, que se afasta e está constantemente em nosso planeta.



A última combinação de um eclipse lunar e uma superlua remonta a 1982, segundo a Nasa, e a próxima não ocorrerá antes de 2033. "Toda uma geração nunca viu esse fenômeno", disse Noah Petro, do projeto Orbitador de Reconhecimento Lunar (LRO) da Nasa.



Os eclipses foram durante muito tempo objeto de interpretações religiosas, mitológicas ou simbólicas. "Ao longo da história, muitas culturas consideraram os eclipses como sinais de tristeza e desgraça", lembrou à AFP Noah Petro.



Cristóvão Colombo, que tinha um calendário de eclipses, se aproveitou destas crenças para persuadir os habitantes da Jamaica. Para conseguir mais comida, ameaçou os indígenas dizendo que faria a lua desaparecer durante a noite de 29 de fevereiro de 1504. "Quando os jamaicanos pediram a ele para que a Lua voltasse, pediu mais comida em troca e conseguiu", contou o cientista.



Neste final de semana não há o que temer. Nem mesmo nossos olhos. Os elipses lunares não apresentam risco algum, ao contrário dos solares. "Não é como olhar para o Sol", garantiu Sam Lindsay, da Real Sociedade Astronômica de Londres. "Dá para usar binóculos, telescópios, tudo o que for necessário".

sexta-feira, 25 de setembro de 2015

Buíque Concurso Publico: Dentro do prazo de votação, vereador de oposição pede visto ao projeto de lei adiando o sonhos dos concurseiros de plantão


http://2.bp.blogspot.com/-ZPWYCp7OTmA/VgGRXyBkv6I/AAAAAAAAYbI/PRy1GoafI3g/s1600/No primeiro capitulo da historia do Concurso Publico da Cidade de Buíque que teve início na ultima terça  feira(15) passada, onde foi   apresentado   pelo presidente da câmara de vereadores e depois  repassado  para  as duas principais comissões que são :  Legislação, Justiça  e Redação Final,  Planejamento, Finanças, Orçamento e Desenvolvimento  as responsabilidades do tão sonhado concurso passou do poder executivo para o legislativo, isso por que de acordo com as leis o próprio executivo fez sua parte enviando o projeto.

Passados oitos dias do início de toda essa historia,  nas presenças de dez dos doze parlamentares,  isso por que sabendo que o projeto entraria para votação os vereadores Melque do Catimbau e Edil França foram  os únicos que faltaram, quando tudo parecia que ia dar tudo certo por que  além do presidente os outros 10 vereadores estavam pronto para ficarem de acordo com o projeto e assim aprovando, depois de apresentar  seu parecer escrito  com uma emenda  e   por entender que necessitava mais uns dias  para de fato analisar o projeto aproveitando ainda que estar dentro do prazo para aprovação do projeto  que  são trintas dias a contar da data do recebimento o vereador  oposicionista Daidson Amorim   pediu visto  transferindo toda responsabilidade e expectativas do Concurso publico para próxima terça feira(29). 
Postagem Adauto Nilo 

quarta-feira, 23 de setembro de 2015

COLÉGIO DIOCESANO PROMOVE O ENGLISH DAY


Na última segunda-feira, dia 21 de setembro, os alunos de 9º ano do ensino fundamental II ao 2º ano do ensino médio do Colégio Diocesano de Garanhuns vivenciaram a finalização de uma série de discussões e estudos sobre países que falam a Língua Inglesa: o English Day.

Países como Canadá, Inglaterra e Estados Unidos foram desvendados nos mais variados aspectos que os constituem, geográficos, culturais, históricos, econômicos, ambientais e sociais. Para culminância dos estudos os alunos prepararam exposições que demonstrassem o que aprenderam.

O objetivo das etapas é conferir aos alunos a possibilidade de conhecer aspectos extralinguísticos para que mais tarde possam associá-los a vocábulos, expressões idiomáticas, sotaques e, sobretudo, possibilitar compreender que a língua atua como um organismo que é vivo e depende do contexto em que está inserida.

De modo algum conhecer a cultura de outros países nos impede de valorizar e conhecer a nossa rica cultura brasileira, mas amplia a visão que temos sobre o mundo. 

Os 100 anos do Diocesano de Garanhuns nos aproximam do conhecimento e da ciência qualquer que seja o pedacinho do globo estudado. (Texto do professor Eugênio Sobrinho).